Loading...

Sou matuto potiguar Cabôco véi sonhador.

Sou ave de arribação
Voando atrás de comida
Sou a morte, sou a vida,
Fazendo competição
Eu sou um camaleão
Que na seca muda a cor
Sou o pobre pescador
Correndo risco no mar
Sou matuto potiguar
Cabôco véi sonhador.

Eu sou o sangue que corre
Na veia do nordestino
Só a música de Elino
Que fica velha e não morre
Sou um cantador de porre
Fazendo versos de amor
Sou eu que dou o sabor
No preparo do manjar
Sou matuto potiguar
Cabôco véi sonhador.

Léo Medeiros
Sobral, 04 de julho de 2007.
Inspirado no mote “Sou poeta cearense
Caboco véi sonhador!”do cordelista Arievaldo Viana.
Poemas e Poesias 3392926511472838851

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

O Donzelo Azarado

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *