Loading...

Minhas rugas são caminhos Traçados pela saudade.

Vivo sonhando acordado
Com o tempo de outrora
Esse peito geme e chora
Vendo meu rosto enrugado;
Recorda que no passado
No auge da mocidade
Gozava a felicidade
Recebendo mil carinhos
Minhas rugas são caminhos
Traçados pela saudade.

O vento faz um remanso,
Sopra noutra direção
A nau do meu coração
Noutro porto faz descanso;
Na cadeira de balanço
Vejo o álbum da verdade
E sinto que a vaidade
Só me trouxe desalinhos
Minhas rugas são caminhos
Traçados pela saudade.

Mote: Fátima Marcolino
Glosas: Léo Medeiros
Sobral, 22/05/2009.


Poemas e Poesias 7411118105196649189

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

O Donzelo Azarado

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *