Loading...

Eu deixei de querer quem me queria Pra sofrer por alguém que não me quis.

Nossa vida é feita de mudança
Ninguém nasce no mundo pra sofrer
Cada um semeia e quer colher
No jardim salutar da esperança;
Muita gente procura e não alcança
Quem alcança se queixa de infeliz
No amor, sou ainda um aprendiz
Procurando entender a teoria
Eu deixei de querer quem me queria
Pra sofrer por alguém que não me quis.

Tive tudo nas mãos e não zelei
Pago o preço da infantilidade
Apostei minhas fichas na vaidade
Nesse jogo terrível não lucrei;
Sem pensar o meu tempo dediquei
A noitada, bebida e meretriz
E não nego a ninguém o que já fiz
Peço só que Deus pai seja o meu guia
Eu deixei de querer quem me queria
Pra sofrer por alguém que não me quis.

Sobral, 11 de março de 2010.

Tudo que,,eu fazia, era por ela
Tudo que ela,,fazia, era por mim
Mas foi mesmo,,eu que provoquei o fim
Do amor,, que era,, so meu e dela
Hoje o meu,,pensamento é sempre nela
Do contrário,, o meu ser se contradiz
Se eu fosse,,à presença dum juiz
Ser julgado,,ele me condenaria
Eu deixei de querer quem me queria
Pra sofrer por alguém que não me quis.

Sem pensar,joguei fora um grande amor
Deixei ela com o coração partido
Hoje eu vivo, sofrendo arrependido
Carregando, no peito grande dor
Convivendo ,com o triste dissabor
Não conheço,ninguém mais infeliz
A saudade, em mim, criou raiz
Já nem sei, mais o que, é alegria
Eu deixei de querer quem me queria
Pra sofrer por alguém que não me quis.

10 de abril de 2011.

Mote: Welton Melo
Glosas: Léo Medeiros 01 e 02
Edmilson Garcia 03 E 04
Poemas e Poesias 6974000220265937077

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

O Donzelo Azarado

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *