Loading...

Estou pagando com juros Tudo o que fiz no passado.

Já fui moço e já fui belo,
Já esbanjei elegância,
Na areia da arrogância
Edifiquei meu castelo.
Hoje o meu riso amarelo,
Meio nicotinizado,
É o retrato-falado
Dos meus dias obscuros.
Estou pagando com juros
Tudo o que fiz no passado.

Aos conselhos paternais
Eu nunca dei atenção,
Qualquer orientação
Era intromissão demais.
O que fiz com os meus pais
Hoje recebo dobrado:
O meu filho revoltado
Só me traz grandes apuros.
Estou pagando com juros
Tudo o que fiz no passado.

Cada paixão desprezada
Por este meu coração
Transformou-se em tropeção
Que sofro na caminhada.
Espinhosa é minha estrada,
Pois o trajeto traçado
Parece até desenhado
Por promotor de enduros.
Estou pagando com juros
Tudo o que fiz no passado.

Mote: Poeta Asa Branca do Ceará
Autor: Wellington Vicente.
Porto Velho, 21/09/2008.
Poemas e Poesias 2566253703687661603

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

O Donzelo Azarado

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *