Loading...

Vou aguando a estrada com gotas de poesia

Só tenho a agradecer
O autor da criação
Por me dá inspiração
E assim desenvolver
Versos para atender
Um mote do dia-dia
Isso me trás energia
Pr eu seguir na caminhada
Vou aguando a estrada
Com gotas de poesia.

Ladeira abaixo e acima
Cedo comecei tanger
Os versos para prender
Em um cercado de rima.
Se não faço obra prima
Que encanta a academia
Quando meu verso dá cria
Aqui e ali ele agrada
Vou aguando a estrada
Com gotas de poesia.

A poesia é o remédio
Que serve pra qualquer dor
Aproxima um amor
Afasta o ódio e o tédio,
O pequeno, grande e médio
Não importa a etnia
Seduz-se com a magia
De uma estrofe cantada
Por isso rego a estrada
Com gotas de poesia.

Mote de Helio Crisanto:
Glosas: Léo Medeiros
Sobral, 26 de agosto de 2007.
Poemas e Poesias 6624969106561238601

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

O Donzelo Azarado

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *