Loading...

Visitando o Rio Grande do Norte

No meado do mês de janeiro do ano corrente, o amigo responsável por esse blog esteve na sua terra natal, Currais novos, região do Seridó norteriograndense. Visitei algumas emissoras de rádios, o Casarão de Poesia, a Fundação José Bezerra em Currais Novos e tive o prazer de encontrar o grande poeta Hélio Crisanto, na cidade de Santa Cruz do Inharé.

Estive na Rádio Ouro Branco AM 1360, divulgando o CD Minha terra, Meu Sertão em três programas: Despertar Sertanejo e Tudo Brega, ambos apresentado com grande qualidade pelo comunicador Felipe Félix, aproveitei o período para fazer a divulgação no programa do poeta Raimundo Ferreira (Coroné Cafuçú), onde o mesmo já há algum tempo vem divulgando o nosso trabalho.

Felipe Félix e Léo Medeiros

Raimundo Ferreira e Léo Medeiros

Aqui apareço com os comunicadores: Evaldo Nogueira,
Felipe Félix e Raimundo Ferreira(Coroné Cafuçú)
Agradeço a receptividade que tive no Casarão de poesias, onde conheci na ocasião: Weskley, Luciana e Ana Lúcia que aparecem na foto abaixo. São eles os responsáveis por aquele espaço de grande valor para os amantes da poesia e da boa leitura. Inclusive dia 14 de março de 2011, em comemoração ao dia da poesia, haverá na cidade de Currais Novos, apresentações de poetas no Casarão e em outros locais da cidade, o grande homenageado do ano será o poeta Antonio Francisco de Mossoró.

Com Weskley e Luciana

Com Ana Lúcia e Luciana
Na cidade de Santa Cruz, conheci e conversei por muito tempo com um grande poeta, cantor, compositor, amante e pesquisador da poesia popular. Falo de Hélio Crisanto, natural de São José de Campestre, mas morador da cidade de Santa Cruz-RN. O poeta lançou recentemente o livro intitulado: Retrato Sertanejo em que apareço na foto segurando um exemplar.

Vejamos esta belíssima estrofe do poeta potiguar:

Quando ouço o cantar da seriema
Se coçando na trave da cancela
Juriti voando perto dela
Parecendo uma tela de cinema;
Uma cobra no ninho bebe a gema
A cigarra completa a melodia
Uma cabra deitada dando cria
Um cavalo deitado joga crina
Quando o sol, de manhã, rasga a cortina
O sertão se desmancha em poesia.

CD Minha Terra Meu Sertão 1966630461234973964

Postar um comentário

  1. Muito feliz eu fico em saber que um filho do nosso RN traz em sua bagagem tanta cultura assim. Espero que da terra de onde saístes receba o reconhecimento que verdadeiramente mereces. A você, o meu aplauso!!!

    Danielle Damasceno
    (a Galega Réia) rs
    http://colunareta.natalnetwork.com.br

    ResponderExcluir
  2. Muito feliz, fico eu Danielle, ao ler as suas palavras que sei que são verdadeiras. Obrigado por tudo!! Toda vez que vc visita a sua aldeia,vc volta abastecido de boas recordações, mata um pouco a saudade do seu povo e tras na sua bagagem a força necessária para continuar lutando, sem esquecer o lugar que foi gerado e torcendo para que tudo caminhe em direção do progresso e bem estar de todos.

    Bjus galega réia e sucesso na sua coluna reta

    ResponderExcluir

emo-but-icon

Página inicial item

O Donzelo Azarado

Entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *